segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

"A partir de hoje, só o que for muito, muito leve, bonito e fácil. A grande maioria desiste. Eu, só estou abrindo mão. Concordo contigo, também aconteceu comigo: o meu coração partiu. Para outro lugar."

Gabito Nunes

2 comentários:

  1. achei lindo o teu cantinho,
    e já estou seguindo-te.
    passa pelo meu tbm... fique a vontade!

    =)
    bjão!

    ResponderExcluir
  2. Olá!


    O poema nos diz como lutar com as palavras, pois todos os dias nos deparamos com elas em qualquer momento. Muitas vezes usamos palavras fortes, outras são frágeis insignificantes. Na maioria das vezes somos incompreendidos e nos taxam como loucos. Quando estamos apaixonados elas se tornam encantadas, quando sentimos raiva nos isolamos delas. Ficamos calados e as palavras não saem.
    Quantas vezes deixamos as palavras sem sentido “tontas”, apenas pelo simples fatos de não saber empregá-las. Assim é a nossa vida, fazemos das palavras a nossa existência.

    Grande abraço
    se cuida

    ResponderExcluir